sábado, 18 de novembro de 2017

SEMINÁRIO

Expresso Jazz no Facebooktwitter1

PrintSEMINÁRIO

Expresso Jazz no Facebook

Evento

O Seminário: Música Instrumental e Produção Transversal propõe a construção de um espaço político-pedagógico que orienta e referencia a produção musical e seus desdobramentos profissionais, priorizando conteúdos atualizados e fundamentais para a materialização da atuação artística e sua integração com a cadeia produtiva,  através da elaboração de um panorama histórico e soluções operacionais ante as novas plataformas para a produção da música instrumental brasileira.

O SEMINÁRIO busca iluminar caminhos e soluções para uma geração de produtores culturais lúcidos e emancipados quanto ao seu contexto cultural e político, através de workshops, palestras e debates que desviam das ingênuas abordagens críticas sobre produção cultural e transferem o potencial de transformação para a sociedade enquanto agente participativo, criativo e responsável.

A música instrumental contemporânea vem se atualizando através dos esforços de uma nova geração de produtores que se libertaram da opressão dos gêneros musicais e avançam em uma direção estética cada vez mais livre, poliglota e provocativa. Os agentes desta cadeia produtiva em formação encaram um novo tempo e novos desafios profissionais, políticos, burocráticos e digitais, onde a transversalidade na produção se tornou um processo fundamental para a viabilização de uma manifestação artística livre e espontânea, com consequências históricas decisivas para a música instrumental brasileira.

Idealizado pela Erativa Cultura e Comunicação, o Seminário será realizado em parceria com o Projeto Tododomingo, no dia 17 de Agosto, das 15h às 20h, na Casa das Caldeiras, com entrada franca. Não é necessária a inscrição prévia, estando a participação sujeita a lotação da sala.

Para os interessados em obter o certificado de participação no seminário de 5 horas, necessário o pagamento de taxa de R$30,00.

PROGRAMAÇÃO:

REVISÃO EDITAL PROAC O4 – GRAV DE DISCO DE MÚS. INSTRUMENTAL. – Inti Queiroz

LEI ROUANET – Tainan Franco

PALESTRA: FUNDOS E POLÍTICAS CULTURAIS PARA A MÚSICA EM SP – Karina Poli

LOGÍSTICA INTERNACIONAL E INTERCÂMBIO DE ARTISTAS – Bruno Lancellotti

POLÍTICAS PARA A MÚSICA DE RUA – Alessandro Azevedo

FESTIVAIS: DIÁLOGOS ENTRE CURADORIA, PRODUÇÃO E AÇÃO CULTURAL – Thiago Freire

DEBATE: QUANTO CUSTA A MÚSICA? – Mediação: Mariane Bonarde

Print

SERVIÇOS:

Local: CASA DAS CALDEIRAS. Av. Francisco Matarazzo, 2000.Água Branca

Data: 17 de Agosto de 2014 Horário: 15H AS 20H Entrada Franca |

Participação por ordem de chegada.

Contato: erativacultural@gmail.com www.erativa.art.br

EVENTO: https://www.facebook.com/events/1398308673724885/

Bruno Lancellotti é produtor cultural, formado em jornalismo pela Cásper Líbero e em radialismo pelo Senac/SP. Foi editor de fanzines e apresentador/locutor da rádio Brasil 2000 FM de São Paulo. Foi colaborador do Estado de S. Paulo e das revistas Showbizz (Bizz) e Rockpress. Desde 2001 comanda a gravadora e produtora Radiola, onde desenvolveu projetos como “Sons de uma noite de verão” e “CarnaSka” e produziu turnês de artistas como The Skatalites, Ziggy Marley, Madeleine Peyroux, Chris Murray, Slackers, New York Ska Jazz Ensemble, Royal Crown Revue e Antibalas entre outros.

Karina Poli é aluna de Doutorado da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, orientanda do Prof. Dr Mitsuru Yanaze, bolsista da FAPESP e sua tese discute o conceito de Marketing Cultural  no contexto das Indústrias Criativas e os reflexos das políticas culturais nacionais no setor da música no Brasil.

Tainan Franco, produtora executiva e gestora de projetos é formada em direito e trabalha há 10 anos com projetos em Leis de Incentivo a Cultura. Trabalha na Rede Paulista de Televisão realizando documentarios e programas de TV. Também é socia das empresas MOV8 Produções e ERATIVA Cultura e Comunicação. Elaborou, gerenciou e prestou contas em diversos projetos culturais, lecionou no curso de leis de incentivo no Senac Jundiaí em 2013.

Mariane Bonarde é sócia e coordenadora de projetos culturais na ERATIVA Cultura e Comunicação, que entre os ativos estão o Festival Expresso Jazz SP e do Festival PIB – Produto Instrumental Bruto,  ambos voltados para a música instrumental independente. Iniciou-se na produção cultural em 2004 e hoje, além do desenvolvimento de projetos curatoriais de música e artes integradas, presta consultoria, formata e agencia outros projetos artísticos que se relacionam com música instrumental e artes visuais, nacionais e internacionais.

Inti Queiroz é produtora cultural, linguista, filóloga e pesquisadora de políticas culturais. É mestre em Filologia e Língua Portuguesa pela FFLCH - USP com pesquisa intitulada “Projeto cultural as especificidades de um novo gênero do discurso”. Bacharelado em Letras / Linguística e em História, ambos pela USP. Desde 2002 atua nas áreas de: produção, pesquisa, consultoria e gestão de projetos culturais com leis de incentivo à cultura nas áreas de teatro, audiovisual, artes visuais, patrimônio histórico e música.  Desde 2007 produz o Festival PIB - Produto Instrumental Bruto.

Alessandro Azevedo Alessandro Azevedo - Palhaço Charles, Palhaço Melão, Ator, Iluminador, Diretor teatral, presidente e fundador da Associação Raso da Catarina que desde de 2006 trabalha pela valorização e preservação das culturas populares brasileira. Formou-se pelo Centro de Pesquisas Teatrais (CPT) do SESC Vila Nova, onde estudou a preparação do Ator com Antunes Filho. Iluminação Cênica com Davi de Brito. Cenografia e Indumentária com J.C. Serroni.  Em 2006, assumiu o cargo de Presidente da Cooperativa Paulista de Cultura Popular e de Vice-Presidente da Cooperativa Paulista de Circo, e em 2008 participou da fundação e foi presidente da Cooperativa das Culturas Populares.

Thiago Freire é formado em história pela USP (2000), com mestrado em Gestão da Regionalidade (linha de pesquisa: gestão de políticas públicas) pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (2003). Aluno do MBA  Gestão de Bens Culturais da Fundação Getúlio Vargas. Músico autodidata, atuou como diretor musical e compositor em espetáculos teatrais. Atualmente é coordenador de programação do SESC Pompeia.